• espaco horizonte

Muito sabor. Puro afeto.


Quitandas - (Lamim)



Projeto do Circuito Villas e Fazendas destaca histórias e sabores da culinária mineira



Das quitandas da Dona Marli, passando pelos petiscos do Arnesto, pelo azeite do Moacir e pela cachaça do Nizinho, precisamos concordar com Guimarães Rosa: Minas são muitas. E, para oferecer um cardápio de possibilidades aos apaixonados por uma boa prosa, regada a cultura, gostos e histórias, o Circuito Villas e Fazendas de Minas lança, no próximo dia 19, o projeto Sabor e Afeto nas Villas e Fazendas.


O Sabor e Afeto vai registrar e revelar receitas de família, histórias e verdadeiros achados da culinária mineira, nas 12 cidades da região que integram o Circuito. O material será disponibilizado nas redes sociais do projeto (Instagram, blog, Youtube e Facebook) a partir de 21 de março, e o objetivo é revelar as riquezas gastronômicas de Minas Gerais incentivando o turismo local e a vivência de experiências nas cidades, fazendas e comunidades da região.



Fábrica de alambique em Itaverava



Atrações da terra à mesa


A proposta do Sabor e Afeto é oferecer aos turistas a experiência da cozinha mineira e as atrações turísticas de um percurso que passa pelas 12 cidades que integram o Circuito - Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Rio Espera, Santana dos Montes, Senhora de Oliveira e Queluzito - resgatando os sabores únicos, as receitas das famílias da região, os casos que temperam a comida ao redor do fogão e todo o afeto que é servido junto com cada prato.


Entre os achados da culinária afetiva do Estado que serão apresentados pelo Sabor e Afeto estão as tradicionais cozinheiras que servem verdadeiros banquetes nas celebrações de casamento das suas cidades; quitandeiras que carregam nas mãos o segredo de doces, bolos e biscoitos passados de geração a geração; petiscos de botecos simples e que agradam os mais exigentes paladares e processos de produção completos de cervejas, azeites, melados e cachaças.


Fazenda de azeite em Catas Altas da Noruega



Para além do paladar, o Sabor e Afeto contempla também atrações como o crochê feito a partir dos fios que amarram sacos de milho, a arte produzida com material de demolição, produção de móveis e arte em madeira, locais de pesca & pague e visita à maior fábrica de alambique de cobre da América Latina. As atrações da região incluem ainda visitas a casarões históricos, igrejas, cachoeiras, trilhas de mountain bike, trekking, cavalgadas, festivais gastronômicos e a vivência de manifestações da fé e culturais como congado, folia de reis e moda de viola.


Para Tatiana Rezende, presidente do Circuito Villas e Fazendas de Minas, a história de Minas Gerais e dessa região se funde, guarda tesouros materiais e imateriais que devem ser conhecidos não só por mineiros, mas por turistas do Brasil e do mundo. “Estamos investindo em rotas de Turismo de Experiência para reviver emoções e sentimentos que nos conectam não só aos sentidos, mas aos nossos ancestrais”, explica.



Tropeiro em Piranga



Circuito Villas e Fazendas


O Circuito Villas e Fazendas busca fomentar e incentivar o turismo sustentável no Estado, com ações coordenadas de valorização da economia local e vivência de experiências. Criado há 20 anos, ele abrange 12 municípios - Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Rio Espera, Santana dos Montes, Senhora de Oliveira e Queluzito - e trabalha em parceria com a comunidade para o desenvolvimento do turismo regional.


Aprovado pelo Edital Reviva Turismo, com apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), o Sabor e Afeto é um dos projetos conduzidos pelo Circuito, que está também à frente de iniciativas como o Rotas Villas e Fazendas, voltado para a criação de roteiros integrados seus 12 municípios; Sala do Café Villas e Fazendas, espaço de troca sobre assuntos ligados ao Turismo Municipal; Festival Gastronômico Sabores das Villas, para promover e fortalecer a cozinha da região; Via Gastronômica 482, com restaurantes, cachaçaria, fazenda-escola de cachaça e fábrica de alambique entre Conselheiro Lafaiete e Itaverava; e Caminhos de São Tiago, projeto inspirado no Caminho de Santiago de Compostela que definiu um roteiro de Santa Rita de Ouro Preto e até a cidade de São Tiago, para fomentar o turismo, a cultura e o comércio das 11 cidades integrantes dessa rota.

Casa da Cultura em Casa Grande


Serviço


Projeto Sabor e Afeto - Circuito Villas e Fazendas


· Instagram: www.instagram.com/saboresdasvillas


· Facebook: www.facebook.com/saboresdasvillas


· Blog: www.medium.com/@saboresdasvillas


· Youtube: www.youtube.com/VillaseFazendas


Assessoria de imprensa - Árvore


carol.mayrink@arvoredecomunicacao.com.br

(31) 99194-1930



Fotos: @gutoaeraph