• espaco horizonte

Pix, uma nova era nos pagamentos digitais



Transferências e pagamentos realizados em segundos, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. Isso é o Pix, uma forma inovadora, ágil e segura de pagar e receber dinheiro, que você vai poder aproveitar com toda a segurança em seu banco a partir de novembro.


Como vai funcionar?

Serão três formas diferentes para usar o Pix:

Com QR Codes estáticos ou dinâmicos.


Não sabe qual é a diferença?

Não tem problema. Você encontra a resposta para essa e outras perguntas sobre o Pix, logo abaixo.

Informando diretamente os dados bancários (agência, conta, CPF/CNPJ) de quem vai receber o pagamento. Algo parecido com a forma com que o DOC e a TED funcionam hoje.

Usando uma Chave Pix. O que é uma Chave Pix?


Esta é uma das grandes inovações do Pix. Você vai poder cadastrar uma espécie de apelido (é assim mesmo que o Banco Central chama) para as suas contas bancárias. Esse apelido pode ser um número de celular, e-mail, CPF ou CNPJ.

Chave cadastrada no Banco, pronto!


Agora é só informar a chave escolhida pra quem vai te pagar, ou transferir uma quantia para você. E vale o mesmo na hora em que você for pagar ou transferir. Tudo o que você precisa perguntar é a chave da pessoa para quem você quer fazer um Pix.


E pode ficar tranquilo. É simples e rápido, e também é superseguro. Todas as transações são processadas pelo Bacen e protegidas por segurança bancária.


O Pix só começa a funcionar em novembro.

Mas, antes disso, a partir de outubro, em alguns bancos, você já vai poder adicionar suas chaves.

Quem criou o Pix?

O Pix é um Sistema de Pagamentos Instantâneos criado pelo Banco Central do Brasil.


Quais as diferenças entre os QR Codes estático e dinâmico para o Pix?

O QR Code estático poderá ser utilizado em múltiplas transações, como entre duas pessoas, por exemplo. Ele permitirá a definição de um valor fixo para um produto ou a inserção do valor pelo pagador.


O QR Code dinâmico apresentará informações diferentes a cada transação e permitirá que dados adicionais sejam inclusos. Por isso, ele poderá ser usado para pagamento de compras em um supermercado ou restaurante, por exemplo, onde os valores das transações variam mais.


O QR Code dinâmico poderá ser gerado tanto por quem vai pagar quanto por quem receber. No caso do cliente, ele fará a captura com o celular e efetuará o pagamento. No caso do lojista, ele poderá gerar um código e deixar em seu balcão para que o seu cliente faça a leitura com a câmera do celular e realize a transação rapidamente.


O que preciso fazer para usar o Pix?

É fundamental manter o seu cadastro no Banco do Brasil atualizado. Isso é necessário porque informações como e-mail, número de telefone, CPF ou CNPJ têm um papel fundamental na identificação dos usuários e das transações nesse meio de pagamento. Por isso, não perca tempo e atualize o seu cadastro para estar pronto para usar a solução quando ela estiver disponível.


O Pix é mais barato?

Sim! O Pix é um Sistema de Pagamentos Instantâneos pensado para melhorar a experiência do cliente e ampliar o número de pessoas com acesso ao universo financeiro. Por isso, nasce com a ideia de ser mais barato do que a TED e o DOC.


O Pix funciona todos os dias mesmo?

Sim! O Pix funciona todos os dias do ano, 24 horas por dia, e 7 dias por semana. Você faz a transação e, em alguns segundos, o dinheiro já chegou ao destino.


Se eu fizer um Pix, mas digitar alguma informação errada, é possível fazer o estorno ou o cancelamento da transação?

Você poderá alterar o valor a ser pago ou cancelar a transação apenas antes de confirmar o pagamento. Após a confirmação, como a liquidação do Pix ocorre em tempo real, a transação não poderá ser cancelada. No entanto, você poderá negociar com o recebedor a devolução do valor pago, tanto de forma parcial como total.


O que acontece se eu fornecer informações incorretas em um Pix?

Ao tentar realizar um Pix, se algum erro ocorrer, você será alertado sobre o motivo pelo qual a transação não pôde ser efetivada. Se a situação que originou o erro for normalizada, você poderá tentar novamente.


É o fim da TED e do DOC?

Não! O Pix vem para somar, não para substituir. É claro que, por ser mais barato e funcionar todos os dias do ano, a tendência é que ele seja mais usado a partir do seu lançamento.


Você não vai querer ficar pra trás na hora de aproveitar as vantagens dessa nova forma de fazer pagamentos e transferências.


Informações do Banco Central e BB