• espaco horizonte

João Monlevade também recebe o BRALUX – Primeiro Festival Brasil Luxemburgo






Dia 9 de março, a cidade de João Monlevade abriu as portas para o BRALUX, primeiro festival multicultural Brasil – Luxemburgo que teve início no dia 26 de fevereiro, no Palácio da Liberdade em Belo Horizonte.


O BRALUX se baseia na histórica relação entre o Brasil e Luxemburgo, ressaltando a cidade de João Monlevade e a cidade luxemburguesa de Esch-sur-Alzette, na trajetória da mineração e siderurgia.


A iniciativa visa reconstruir “laços de aço” entre o município e o país europeu com vários eventos culturais, aproximando ainda mais os “laços”, sendo que Monlevade é a cidade símbolo da siderurgia no estado, e com grande influência luxemburguesa.








A praça do Povo recebeu o quiosque de aço intitulado [L]AÇO, um quiosque interativo e participativo, com apresentações do projeto transmídia “A Colônia Luxemburguesa” realizado pela historiadora e cineasta Dominique Santana e produzido por Samsa Film, Universidade de Luxemburgo (C2DH) e o Centro Nacional Audiovisual (CNA) de Luxemburgo, com o apoio de Esch2022 (Capital Cultural da União Europeia) e o Luxembourg Film Fund.



Show de tambores


No quiosque, a população de João Monlevade teve a oportunidade de se comunicar diretamente com o container [L]Aço “gêmeo” instalado em Esch, e assistir ao documentário.

O projeto conta com o apoio da Prefeitura de João Monlevade, através do prefeito Dr. Laércio Ribeiro.


Com show de tambores e várias outras atrações, a cidade também recebeu para a abertura do evento, uma obra de arte da artista plástica Joanna Scharlé, a convite da Presidente da Casa de Cultura de João Monlevade, Nadja Lírio.



Obra de arte da artista plástica Joanna Scharlé






Fotos e vídeo: divulgação Casa de Cultura de João Monlevade