top of page
  • Foto do escritorespaco horizonte

Artesanato ganha destaque na Feira do Mineirinho com a chegada de novos expositores



A tradicional Feira do Mineirinho, ponto turístico e de encontro familiar, tem registrado intensa movimentação desde o mês de setembro. O motivo é a chegada de novos expositores de vários segmentos. Com isso, o famoso artesanato mineiro tem ganhado destaque e atraído, cada vez mais, o público, de acordo com o diretor Willian Martins, proprietário da Fenacouro, administradora da feira.


“Após as dificuldades enfrentadas em função da pandemia, estamos muito otimistas. A feira voltou a funcionar no mesmo formato de dois anos atrás, principalmente com a presença de mais de 100 novos expositores de artesanato. Há uma variedade grande de produtos diferenciados e com qualidade”, diz.


Antes da pandemia, o número de visitantes girava em torno de 50 mil pessoas por mês. A expectativa é de que esse patamar seja alcançado em breve, conforme Martins. Segundo ele, a feira sempre foi referência em artesanato, inclusive atraindo turistas de diversas partes do Brasil e do exterior.



As centenas de barracas são organizadas por setores, como decoração, bijuterias, calçados, vestuário, artigos religiosos e produtos para o lar. Há quadros, oratórios, esculturas, velas, brinquedos, jogos, almofadas, toalhas, panos de prato, perfumaria, sabonetes, aromatizantes de ambientes, luminárias, mantas e suportes de plantas para a parede em macramê, bichinhos e bonecos de crochê, semijoias, produtos de couro, velas aromatizadas, kits infantis e muito mais.


Moda

A Feira do Mineirinho também é referência em moda. No espaço, os visitantes encontram um mix diferenciado e preços de fábrica. Esse universo fashion, voltado para homens, mulheres e crianças, está sempre em evidência por meio de novidades apresentadas em cada temporada.


“Há sempre novidades em termos de moda. Nós temos roupas, calçados e peças para todos os estilos, haja vista que o perfil de nosso público é eclético”, diz o diretor Willian Martins.


Com peças básicas a sofisticadas, a feira é uma vitrine de opções para quem quer expressar a personalidade e ousar no visual com criatividade. Há blusas, batas e camisetas de algodão bordado, com detalhes em renda guipir e tule, camisas de malha e americano cru, macacões e vestidos com aplicações de crochê, lingerie, peças com grafismo e até alta costura.





Sobre a feira


Há 18 anos, a feira funciona na área externa do Estádio Jornalista Felippe Drummond, mais conhecido como Mineirinho, ao lado da Orla da Pampulha, um dos cartões postais da capital mineira. Além do artesanato, é famosa pela gastronomia. Possui uma ampla área de alimentação, onde há diversas opções de degustação que dão água na boca, como sanduíches gourmet, acarajé, comida chinesa, peixes, churrasco, porções e o famoso “feijão tropeiro.” Há também lanchonete com delícias de dar água na boca, como produtos da roça, salgados, tortas e muito mais.


Outra sensação da feira é a música ao vivo. As apresentações acontecem todas as quintas-feiras, a partir das 19h, e aos domingos, a partir das 12h. Um dos benefícios da feira, que é coberta, é a gratuidade da entrada. E para a comodidade dos pais há Espaço Kids, com preços acessíveis. E até os pets são muito bem-vindos.


O horário de funcionamento da Feira do Mineirinho é das 17h às 23h às quintas-feiras e das 8h às 18h aos domingos.


Para se tornar um expositor basta ligar para os telefones: (31) 3017-0573 e (31) 99194-5556.




Comments


bottom of page