• espaco horizonte

Tiradentes, Alferes Comandante do Sertão




O Alferes Xavier, foi um militar sem igual em seu tempo.

Homem de coragem, bravura, camarada e muito sagaz.


Muito pouco se é falado sobre a vida militar de Tiradentes.


Desde sua entrada no Regimento Regular de Cavalaria em 1775 ele foi quartel mestre durante três anos em Villa Rica,depois foi convocado para combater os espanhóis que ameaçavam invadir o Rio de Janeiro aguardando em Copa Cabana (Copacabana).


Em Março de 1779 retorna a Villa Rica, desta vez para o novo quartel em Cachoeira do Campo, mas logo recebeu uma nova missão, o comando de um quartel, o único que comandaria, ele foi designado a ser o Comandante do Quartel de Sete Lagoas, entrada importante e que carecia de um militar com a sagacidade e inteligência de Tiradentes em seu comando.


E assim, no dia 22 de abril de 1780 o Alferes de Cavalaria da Tropa Paga Joaquim José da Silva Xavier se torna o Alferes Comandante do Sertão!


Em Sete Lagoas Tiradentes demonstrou toda sua inteligência militar, conhecimento de mineralogia e seus conhecimentos de construção, modificando guarnições, rondas, descobrindo fontes de minérios, explorou o local e foi construindo e reforçando ao longo da estrada quarteis onde seus comandados fixavam vigilância, o que dificultou e diminuiu os crimes que eram cometidos nas redondezas (assaltos, homicídios além da evasão fiscal).

Joaquim contava com 24 dragões sob seu comando apenas no Quartel de Sete Lagoas (existiam outros pontos de apoio espalhados).


Dragões estes que Joaquim tinha confiança e apreço.


Certa vez, um de seus Dragões após intensa perseguição interceptou próximo a Curvelo um escravo que conduzia uma boiada e cavalos pertencentes ao português Dr.Duarte Lopes de Ulhoaamigo pessoal do Contratador Macedo, um dos homens mais ricos de Minas e “chefe” do Alferes.


Ulhoa escreveu uma carta a Macedo reclamando da postura do Alferes Xavier e de seus subordinados já que fizeram com que seu funcionário tornasse a Sete Lagoas e então recolheram os tributos devidos.


O Contratador Macedo agiu em defesa de Ulhoa alegando que os bois conduzidos não eram para venda e que os cavalos eram isentos de imposto, alegou ainda que Curvelo já não era mais jurisdição do Alferes Comandante do Sertão.


Escreveu Macedo para Joaquim:

“Vossa Mercê, com tato, deve cobrar o que for justo, na certeza de que não devo querer senão o que de direitos me pertence”.


Joaquim, homem de brio, não baixou a cabeça e defendeu seus Dragões, acusou Dr. Ulhoa de ser mentiroso além de denunciar um funcionário que prestava serviços no registro de Sete Lagoas de ser cúmplice das fraudes de Ulhoa.


O Contratador Macedo ficou espantado com o que leu, sabia que o Alferes era homem de honra e então para apaziguar os ânimos o Contratador escreveu ao Alferes:

“Eu conheço a sua honra e o quanto desempenha com retidão o seu lugar”.

Vossa Mercê nesse destacamento é o Juiz.

“Faça o que entender”.


E escreveu mais:

“Eu conheço as atenções que lhe devo e os interesses que me deseja favor que confessarei sempre dever a vossa mercê, certificando que desejo mostrar-me agradecido”.


O Alferes Xavier escreveu uma carta para a rainha, pois seus soldados e cavalos estavam passando por apuros, já que a burocracia atrasava a compra de provimentos.


Em 7 de Dezembro de 1780, o Alferes Joaquim escreveu:

“Senhora’’, Ponho na presença de Vossa Majestade que conforme apurança que há neste destacamento se põem em praça assento da farinha, milho e azeite para municiar os soldados de Sua Majestade do Regimento desta Capitania para a qual uma ração fiz por edital no adro da capela deste continente convocando os roceiros deste País para o arrematarem a quem pelo menos fizessem, e como o que atualmente servia o não quis arrematar por razão de não ter milho e não o haver por deste ribeira, e algum que há o estarem vendendo nos paióis a doze vezes e ouro e por eu ver esta carestia, consenti que Antônio Pires de Miranda arrematasse pelo preço que na obrigação induza que o dito passou, vai declarado se assim Vossa Majestade o houver por bem.

Hoje, Sete Lagoas 7 de dezembro de 1780

Joaquim José da Silva Xavier

Alferes Comandante do Sertão


Um ano três meses e um dia, este foi o tempo em que Tiradentes atuou como Alferes Comandante do Sertão, durante este curto espaço de tempo, combateu sonegadores, ladrões e assassinos, afrontou seu “superior” o Contratador Macedo e escreveu uma carta para a rainha de Portugal em favor de seus Dragões.


Alguma dúvida sobre o caráter deste homem?

E depois desta passagem por Sete Lagoas, lá se foi o Alferes ser o Comandante do Caminho Novo (Estrada Real) que ligava Minas ao Rio de Janeiro mas essa história fica para uma próxima!


E que Deus guarde Vossa Mercê, por muitos e muitos anos.


Texto: Comendador Gladstone Lopes

Grão Prior

Priorado dos Inconfidentes