01 - CAPA 00.jpg

jornal

espaço

horizonte

adriana.jpg
  • espaco horizonte

O vinho é fit mas durante a pandemia, beba moderadamente!





De vez em quando aparecem notícias na internet de que uma taça de vinho equivale a uma hora de academia. E de acordo com um estudo da Universidade Alberta, do Canadá, uma taça de vinho tinto tem realmente efeitos equivalentes no seu corpo à uma hora de academia. Jason Dyck, líder da pesquisa, alega que isso se deve às altas quantidades de resveratrol presente no vinho, que é um poderoso antioxidante presente em alguns alimentos como pele e sementes das uvas, vinhos tintos, amendoins, nozes e romã.


Dyck explica que os benefícios obtidos com o resveratrol são similares aos obtidos na academia, já que eles melhoram a performance física, aumentam os batimentos cardíacos e a força muscular, do mesmo jeito que um exercício na academia. Desta forma, muita gente vai imaginar que pode abandonar a academia, mas em tudo na vida há bônus e ônus!


Apesar do glamour que envolve o vinho, não podemos esquecer que ele é uma bebida alcóolica como qualquer outra e daí, engordará mais quem consome mais gramas de álcool, seja presente em vinho, cerveja ou uísque. A questão é que vinho a pessoa vai tomando sem perceber, acompanhado de uma boa conversa com um amigo, já que é uma bebida de convivência, mas a tendência é que termine bebendo mais. Se você beber só uma taça (cerca de 200 ml) de vinho, vai ingerir cerca de 170 calorias, mas se passar para mais que duas já terá ingerido 510 calorias – o mesmo que um copo de 200 ml de uísque, que, convenhamos, é bem mais difícil de engolir que o triplo de vinho.


O álcool é tão calórico por ser resultado da fermentação ou destilação do açúcar e, nesse processo, ganha mais 3 calorias por grama. Ou seja, 1g de açúcar tem 4 calorias; 1g de álcool tem 7 – quase o dobro! Dá pra entender por que, em excesso, ele engordará você. E o pior é que, uma vez ingerido, o álcool continua a se comportar como um carboidrato, que, no processo de digestão, vira glicose e, por fim, gordura estocada bem ali, na região abdominal.


Claro que não é o vinho isoladamente que fará você engordar. O consumo está associado à ingestão de petiscos como queijos, salaminho, presunto e patês que são gordurosos e também aumentam o acúmulo de gordura na barriga e geralmente acompanhados de pães.

Mas voltemos aos benefícios! Provavelmente a melhor opção além de um consumo moderado, seja alternar os dias na academia com uma taça de vinho, já que ele acelera o metabolismo e pode te emagrecer. Isto mesmo !!! Além de fazer bem para o coração, o vinho acelera o metabolismo e emagrece. Foi a essa conclusão que chegou uma nova pesquisa feita com ratos na Universidade de Washington, nos Estados Unidos, e publicada no International Journal of Obesity.


A explicação é a de que o revesratrol — um polifenol presente nas cascas das uvas e no vinho tinto —, que tem o papel de retardar o envelhecimento, também ajuda a emagrecer. Segundo o professor e líder da pesquisa Min Du, os animais que consumiram o revesratrol de uvas e vinhos tintos conseguiram acelerar o metabolismo e queimar mais gordura. Mas vale lembrar que as quantidades de revesratrol são maiores na fruta do que no vinho, já que os polifenóis são insolúveis e acabam em parte sendo filtrados no processo de produção. O resveratrol é um potente antioxidante e protege o organismo dos radicais livres o tempo todo (poluição, alimentos industrializados, metais pesados) e ajuda a deixar o corpo mais saudável. Também é rico em flavonoides que ativam as reações bioquímicas do organismo e acelera o metabolismo.


Em resumo, parece que o melhor para sua vida será ter uma dieta saudável e moderada de consumo de vinho, além de evitar uma vida sedentária. E isto é super válido nestes tempos de pandemia!


Beba vinho com ceviches, carpaccios, cenourinhas, canapés com queijos magros, carnes mais magras (como a maminha) ou amêndoas (em vez do amendoim), evitando os couverts com pães e massas.


Afinal, a vida é muito curta para se perder a chance de beber grandes vinhos !!! (baseado em artigos médicos, de nutricionistas e as pesquisas citadas).


Contatos: Márcio Oliveira – contato@vinoticias.com.br

#proibidoparamenoresde18anos

#bebacommoderação