top of page
  • Foto do escritorespaco horizonte

Mostra, BH Cidade jardim dos Ipês


ACMINAS E PBH REALIZAM PLANTIO DE IPÊS AO PÉ DA SERRA DO CURRAL



A Associação Comercial e Empresarial de Minas – ACMinas, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Belo Horizonte, irá realizar, no sábado, dia 11 de fevereiro, às 10h, o plantio de ipês na Av. José de Patrocínio Pontes, ao pé da Serra do Curral, no Mangabeiras. A concentração será na Praça Dimas Perrin. A ação faz parte do projeto “BH Cidade Jardim dos Ipês”, encabeçado pelos conselhos empresariais de Turismo, Cultura, Sustentabilidade e de Jovens da entidade.


O projeto visa desenvolver o sentimento de pertencimento e o cultivo, “além da preservação e zelo pelos ipês, valorizando-os como exemplo e paradigma de educação ambiental e social", destaca a advogada e presidente do conselho, Luciana Atheniense.


Segundo ela, a iniciativa se insere em um projeto maior da ACMinas, o “BH Sempre Viva: metrópole inteligente e humanizada”, e também está em sintonia com o “Movimento Belo Horizonte + Feliz”, desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.




Além disso, a agenda contempla uma iniciativa que o município tem encontrado de promover espaços biodiversos e fortalecer o ecossistema em áreas de intensa urbanização.


Para além da revegetação, os plantios proporcionarão novos locais de resfriamento, de descanso e de contato com a natureza, tornando a cidade cada vez mais sustentável, como destaca o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Werneck: “Assim como na ação do próximo sábado, Belo Horizonte desenvolve, ao longo de todo o ano, ações junto à sociedade civil e outras organizações para devolver a beleza e a sustentabilidade aos espaços urbanos da cidade. Com essa iniciativa, estamos promovendo a educação ambiental, o fortalecimento da biodiversidade e o reflorestamento da nossa amada ‘cidade jardim’”, destaca.





Mostra, BH Cidade jardim dos Ipês


Belo Horizonte já foi chamada de “Cidade Jardim”, memória e tradição que cabe a nós belorizontinos preservar e que encontra, em nossos dias, uma estimulante e propícia condição por BH ser também considerada uma cidade pulsante da “economia criativa”.


E foi pensando nesta vocação criativa que associamos a Mostra BH Cidade Jardim dos Ipês ao plantio de 33 mudas de ipês que serão doadas ao Bairro Mangabeiras, no entorno da Serra do Curral, na parte da manhã do próximo sábado, dia 11 de fevereiro.


Trata-se de um programa comunitário, que desperta e incentiva sentimentos de encantamento e acolhimento, a ser desenvolvido em ação integrada com os diversos agentes públicos e privados e demais setores interessados, em ações múltiplas que se integram também ao objetivo de retomar para Belo Horizonte o título de “Cidade Jardim”, ação esta encabeçada pela ACMinas, Associação Comercial e Empresarial de Minas.


A mostra relâmpago com objetos artísticos criados por designers, artistas plásticos, paisagistas e artesãos, tendo como ícone o ipê, tem como intensão ressaltar a importância desta árvore como elemento imagético da cidade e acontecerá no próximo sábado, dia 11 de fevereiro, de 9 às 12 horas.




A seleção dos expositores foi feita com curadoria de Mary Arantes, que esteve à frente da conhecida marca Mary Design e que hoje atua como curadora do evento Quermesse da Mary.


Sobre os expositores:


A designer de produto e produtora criativa, Gabriela Silva, diz que: “Falar sobre ipê é inevitavelmente fazer poesia. Contrariando a natureza, suas flores começam a desabrochar em dias secos e cinzentos de inverno. Quanto mais fria e seca for a estação, maior será a intensidade da florada. E é assim, antes mesmo do surgimento da nova folha, que eles anunciam a proximidade da Primavera.” Gabi, como é mais conhecida trás para a mostra produtos feitos a partir da imagem de flores de ipês desidratadas, para ela sinônimo da resistência de existir. Prato Florescer, xícara e vaso de flor, foram pintados em porcelana. Pôster e cartões em risografia, da série “Ipê é casca dura”, estarão presentes na mostra.


Stael Guião é artista plástica e ceramista, criou para o evento, placas-poema feitas em argila, com galhos de ipês impressos em baixo relevo.


O paisagista Pedro Malloy vem ao nosso encontro com a Loja Botânica, onde estampas em camisetas eco bags e outros produtos, falam do amor e preservação à natureza.


Caio Ronin é tatuador e ilustrador autodidata, no seu traço delicado imprimi questões relevantes à africanidade, berço de sua ancestralidade. Pássaros e flores são elementos sempre presentes em sua temática artística e para esta mostra ilustra exclusivos ipês sob seu olhar.


Cerradouro de Cláudia e Euler Vilaça é marca de joias botânicas. Os produtos aqui expostos vêm de um ipê de jardim, que foi imerso, repetidas vezes, em banho de ouro e cobre, mantendo em seu interior uma joia viva.


Ciça Lobo, da Crocherie, executou porta guardanapos e marcadores de livro, feitos em crochê. O crochê aqui sendo revisto como técnica artesanal que pode ser sempre ser renovada.


A artista Daniela Ângelo nos apresenta em um conceito escultórico, árvores de ipês feitas em lã, por ela imaginadas. Este trabalho de Daniela é exclusivo da loja Patrícia de Deus.


Denise Paiva é a autora do bastidor de ipê bordado. Denise é mestra das mestras deste tema: ipês bordados. Trabalha incessantemente sob encomenda, no feitio de quadros e bastidores.


Míria Tomé imprimiu no tapete Madame Frufru, uma estampa cuja cartela de cores nos remete a padronagem “vestida” pelas árvores dos ipês em flor.


Jéssica Maria Castro, assina pelo grupo Meninas do Cafezal, a toalha de lavabo, bordada com desenho da árvore do ipê com a frase-poema: Ipê é um pé de sol. Também à disposição para venda na loja Patrícia de Deus.


O fotógrafo especializado em Patrimônio e pioneiro na série em fotografar a cidade, conjugando arquitetura com ipês, Júlio Toledo, não poderia faltar a este evento. Uma caixa com postais, presentes na mostra, nos fala das infinitas possibilidades de recortes da cidade, pela ótica deste artista. Os trabalhos desta série e outros, como agenda e quadros, estão no facebbok.com com o nome bhcidadejardim.


A artista plástica brasileira/luxemburguesa, Joanna Scharlé, presente em várias mostras no Brasil e no exterior, com quadros importantes e catalogados em importantes eventos, trás à mostra objetos e pinturas artísticas, com seus ipês imaginários.




Expositores:


@agabrielasilva

@atelierdobarro

@botanica.com.br

@caio_ronin

@cerradouro

@crocheri.e

@danielaangelo

@denisepaivab9

@madame_frufru_

@meninasdocafezal

@patriciadedeus

@toledo.julio

@scharle_joanna


Curadoria Mary Arantes

@coisasdamary

@quermessedamary

Contato; 31-992130878



Mostra BH, Cidade Jardim dos Ipês

Av. José Patrocínio Pontes 996, Mangabeiras, Beagá

11 de fevereiro, sábado, de 9 às 12 horas



SERVIÇO:

• DATA: 11/02/23

• HORÁRIO: 10h

• LOCAL: Praça Dimas Perrin - Av. José Patrocínio Pontes, 944, Mangabeiras.

• Ação aberta ao público


Comentarios


bottom of page