top of page
  • Foto do escritorespaco horizonte

Inaugurado Centro de Referência do Queijo Artesanal em BH




Belo Horizonte acaba de ganhar um novo espaço de valorização da cozinha mineira, seus saberes e sabores: o Centro de Referência do Queijo Artesanal - MG (CRQA). Localizado no shopping Espaço 356, o Centro será inaugurado com uma exposição permanente sobre o Queijo Artesanal, loja colaborativa de produtos mineiros, sala de aula com cozinha didática, biblioteca especializada na cultura e gastronomia de Minas e um espaço multiuso para receber diversos eventos culturais e educativos. O início das atividades está marcado para o dia 27 de março, em uma primeira fase exclusiva para visitas escolares, já a abertura ao público geral está prevista para 10 de abril.


Como o próprio nome diz, o Centro de Referência do Queijo Artesanal vem ser uma referência em reflexão e incentivo à Gastronomia mineira, um espaço de experiência com objetivo de educar a demanda, ou seja, que o visitante possa vivenciar e aprender sobre a cultura queijeira. "O queijo representa tradição e inovação, em Minas Gerais. Tradição, porque tem uma história de mais de 300 anos que se confunde com a do próprio estado, além de ser símbolo do bem receber, do território e da gastronomia. E inovação que vem com o investimento na produção, que resulta em queijos cada vez mais ricos e acaba abrindo mercado para uma série de outros produtos artesanais de excelência. E o Centro vem valorizar isso tudo", afirma a diretora Executiva do CRQA, Sarah Rocha



.CRQA - Sarah Rocha e Leo Paixao - crd Edy Fernandes




CRQA - Sarah e Carmen Rocha - crd Edy Fernandes



Com projeto assinado pelo arquiteto José Lourenço, o CRQA foi construído em uma área de quase 750m², tendo como inspiração estética as serras e riquezas de Minas. Com formas que aludem às curvas da paisagem e o uso de materiais tradicionais de minas como o ferro, o que se propõe é uma ambiência imersiva, em uma arquitetura e projeto expositivos complexos e bem trabalhados. Convidar à visita, impressionar, entreter e ensinar o público de todas as idades, além de homenagear o queijo como grande símbolo da cultura mineira.

Um dos carros-chefes do projeto é a exposição permanente sobre o Queijo Artesanal. Com coordenação da museóloga Célia Corsino, o projeto é fruto de uma pesquisa sobre a produção queijeira de todo o estado, os modos de fazer do queijo artesanal e como se refletem na cultura do povo, e as particularidades das regiões queijeiras reconhecidas de Minas. “A geração e difusão de conhecimento é um pressuposto importante para o Centro. Queremos formar consumidores mais informados, fomentar discussões, preparar profissionais e suscitar assuntos importantes para o desenvolvimento de todo o mercado”, explica a diretora Sarah Rocha.



CRQA - crd _estudiony18



Outro grande destaque será a primeira biblioteca de Minas Gerais dedicada à Gastronomia e cultura do estado, com títulos nacionais sobre culinária e cultura alimentar, pesquisas e teses científicas, e ainda traduções para o português dos principais livros internacionais de gastronomia, muitos inéditos no Brasil. O CRQA também vai contar com um auditório para até 200 pessoas sentadas e um espaço para atividades formativas em temas de cultura e gastronomia, com uma cozinha didática completa.


Para embasar e nortear todas as ações e atividades, o Centro de Referência do Queijo Artesanal reuniu um comitê científico e cultural multidisciplinar, com profissionais referência em suas áreas. Participam o jornalista especializado em gastronomia Josimar Melo, a museóloga Célia Corsino, o antropólogo da alimentação italiano Ernesto di Renzo e o médico veterinário jurado em concursos de queijos Elmer Almeida. “Nosso comitê é a garantia de sinergia com as últimas tendências e correntes da gastronomia. É importante estar conectado com o mundo, aprender com mercados mais desenvolvidos e alçar o queijo artesanal mineiro a patamares inéditos de reconhecimento, qualidade e inovação”, completa.




CRQA - crd _estudiony18



Excursões internacionais pela valorização da cultura mineira


Mesmo antes da inauguração do espaço físico, o Centro de Referência do Queijo Artesanal já vem desenvolvendo um trabalho consistente de fortalecimento e difusão da cultura de Minas Gerais. Entre os destaques de sua atuação está a participação na reunião da UNESCO em Marrocos, em 2022, em ações de sensibilização da comunidade internacional para o pleito pelo título de patrimônio da humanidade para “Os Modos de Fazer o Queijo Minas Artesanal”. O Centro também foi à Espanha, no começo de 2023, representar Minas no Madrid Fusión, o maior congresso de gastronomia do mundo e, mais recentemente, esteve na Colômbia para apresentar os queijos e a culinária do estado em um evento internacional de promoção turística, sempre colhendo bons frutos e o reconhecimento da gastronomia de Minas.



Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias - INHAC


Junto ao Centro de Referência do Queijo Artesanal, o novo espaço também vai abrigar o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias - INHAC, uma escola de gastronomia de padrão internacional que irá formar novos cozinheiros e verdadeiros embaixadores da cultura de Minas. O projeto é voltado para jovens que estejam em situação de vulnerabilidade social, de 15 a 18 anos, em especial os que residem em abrigos. Anualmente, serão ofertadas 80 vagas gratuitas para o curso profissionalizante de 960 horas/aula, reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação. O projeto didático inclui desde prática e técnicas de gastronomia internacional, até a história dos queijos e produtos de excelência de Minas, antropologia da alimentação e gestão de negócios. A previsão de ingresso na primeira turma é no segundo semestre de 2023.


O INHAC contará com duas cozinhas-laboratório didáticas integráveis, equipamentos e utensílios padrão de mercado, biblioteca de gastronomia, salas de aula completas, mezanino gourmet e área de convivência. A escola leva a assinatura do premiado chef Leonardo Paixão, que está à frente do restaurante Glouton, o único mineiro na lista dos Latin America’s 50 Best Restaurants. Além de transmitir toda a sua experiência de mercado, ele vai acompanhar de perto toda a metodologia e programa de ensino, com foco máximo em formar profissionais com excelência técnica para fortalecer toda a cadeia da gastronomia.


“A cultura é um grande produto e também ferramenta de promoção do estado. E nosso objetivo, além de transformar a vida desses jovens, é que eles não se tornem somente grandes cozinheiros, mas embaixadores culturais de Minas Gerais. A técnica pode ser clássica, como das escolas francesas e italianas, mas a tarefa é aplicar a excelência técnica no desenvolvimento da nossa cozinha”, explica Sarah Rocha.


O Centro de Referência do Queijo Artesanal - MG e INHAC contam com patrocínio da Gerdau, Aperam, Cedro Mineração, Claro, Cemig, Instituto Unimed BH, Ventana Serra, E-P-O, Macom, Tramontina, Copasa, Gasmig, Anglo Gold Ashanti, Espaço 356, Suggar Eletrodomésticos, Delly’s Food Service, JAM Engenharia de Ar Condicionado, Cook Cozinhas & Ambientes, Segafredo Zanetti, Grupo Sada, Infinito Vidros, Templuz, Cebrace, SDS Siderúrgica, Divinal Vidros. E também têm como parceiros a Lourenço Arquitetos Associados, PRS Construtora, Grupo Home Office, Accero, ABC da Construção, Esense Automação e Techlumens. Com realização do Ministério da Cultura e da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio das leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura.




CRQA - crd _estudiony18




Sobre o Espaço 356


Situado na Rua Adriano Chaves e Matos, nº 100, no bairro Olhos d’Água, às margens da BR 356, na saída para o Rio de Janeiro, o Espaço 356 é o primeiro shopping life style de Belo Horizonte, criado para revolucionar a experiência de compra dos frequentadores. Idealizado e executado pelo Grupo EPO, o local possui aproximadamente 24 mil metros quadrados que vai reunir, em um só lugar, cultura, lazer, arte, gastronomia e compras.


O Espaço 356 está em fase final de construção. O shopping vai abrigar lojas físicas, pop-ups ou compartilhadas. Foi feita uma curadoria para oferecer aos frequentadores do 356 tudo que eles precisam e esperam de um shopping tradicional, somado a um ambiente gourmet, moderno e cult. Com arquitetura inovadora pautada pelo retrofit, o empreendimento será diverso e plural, tudo isso num ambiente contemporâneo, despojado, aberto e de estética industrial, com belos jardins espalhados pelos corredores e vista privilegiada para a Serra do Curral e a Estação Ecológica do Cercadinho.


Conheça mais sobre o Espaço 356 pelo




Capa da matéria: crd Edy Fernandes



SERVIÇO:


CENTRO DE REFERÊNCIA DO QUEIJO ARTESANAL - MG e INHAC


Espaço 356 (R. Adriano Chaves e Matos, 100 - Olhos D'Água)


Instagram: @queijoecultura




Matéria publicada no Jornal Espaço Horizonte



Comments


bottom of page