• espaco horizonte

Exposição de Arte Identidade





Aberta a exposição de arte intitula Identidade, que está localizada no Galeria Pátio Arts & Design, no Pátio Savassi na cidade de Belo Horizonte.


O Jornal @espacohorizonte, a convite dos curadores e também artistas plásticos, Marcos Esteves e Paulo Apgáua esteve presente na abertura da exposição no dia 25 de abril de 2022 e se encantou com a alta criatividade dos dez artistas convidados para esta mostra.


Uma exposição que mostra várias técnicas, como as mostradas na pintura e escultura de figuras humanas de Ângela Costa, nos cortes e recortes da nossa querida KK Bicalho, já com uma matéria sensacional em nosso jornal, na pintura e nas esculturas de corações, visto pelo olhar do farmacêutico Renan Florindo, na arte de encantar com os tecidos em um trabalho delicadíssimo de Liliane Coelho, nos desenhos da impressão digital dos dedos representados dentro das árvores, no trabalho minucioso de Elane Cosfer, no trabalho sensível de Caio Ronin, que nos é mostrado através de seu trabalho fantástico em sua comunidade na cidade de Santa Luzia, na tela de Luciano Ferreira que trabalha com recortes interessantíssimos envolvendo suas tintas, nas montanhas de Minas Gerais, representadas em nuances e transparências por Mônica Batitucci, nas esculturas em madeira e ferro moldadas em arte representadas nas obras de Robson Emerick, e nas folhagens representadas pelo fluir, de Paula Martin.


Agora, conheça os artistas da exposição Identidade!



Ângela Costa e suas figuras humanas




KK Bicalho e suas "Minuances"




Os corações de Renan Florindo




Liliane Coelho com sua série Trans-bordar




Elane Cosfer e a identidade em suas árvores





Caio Ronin representando o dia a dia de sua comunidade




Luciano Ferreira com suas interferências de recortes nas tintas




Mônica Batitucci e a transparência nas montanhas de Minas




Robson Emerick transformando na arte, que vem da madeira e do ferro bruto




Paula Martin que não pôde estar presente no dia, com o fluir de suas folhagens




Os curadores da exposição, Marcos Esteves e Paulo Apgáua, foram extremamente felizes ao escolherem estes artistas talentosos para a Exposição "Identidade".



Paulo Apgáua e Marcos Esteves



Paulo Apgáua, Renan Florindo, Caio Ronin, Luciano Ferreira, Robson Emerick, Marcos Esteves, Mônica Batitucci, Liliane Coelho, Ângela Costa e KK Bicalho











E Paulo Apgáua, com seu olhar artístico, também já com uma matéria em nosso jornal, fala ao Espaço Horizonte sobre a exposição e os artistas:



"Quem é você?


Instituições, influenciadores, família e amigos, entre tantos outros agentes, a todo tempo tentam responder essa pergunta para nós. Acontece que, como a Arte, essa resposta deve vir de dentro.


Observar uma obra de Arte, ver as soluções que cada artista traz, é convite para perceber que não há respostas exatas e que a chegada é a própria travessia.


A Galeria Pátio Arts & Design recebe a Exposição Identidade, que convida os espectadores, por meio da obra de 10 artistas mineiros, a igualmente lançarem o olhar para si mesmos. O encontro das diferentes linguagens de cada artista gera, para além da simples soma, um produto coletivo.


Ângela Costa, que tem seu ateliê em Ouro Preto, traz em suas figuras humanas, seja nas linhas soltas do desenho ou na madeira pesada de suas esculturas, personalidades possíveis.


Caio Ronin, agente ativo em sua comunidade, é exímio pintor e explora, por meio da figuração, um lugar de auto encontro.


Elane Cosfer, que já levou sua obra a diversos países, aporta no arquétipo da árvore uma linguagem sem fronteiras, de fluidez vital.


As “Minuances” de KK Bicalho encantam por onde passam e a artista desenvolve recortes minimalistas em papel, que, somados às composições improváveis e sempre inéditas, celebram a arte em sua melhor versão.


No ateliê de Liliane Coelho o tecido encontra tratamento criativo e elegante e sua arte têxtil se revela em abstrações sofisticadas.


Na tela de Luciano Ferreira, que confere a identidade visual desta exposição, entrevê-se recortes - possivelmente rostos - e sugere nossa multiplicidade e subjetividade.


Mônica Batitucci direciona sua pesquisa para a luz, e traz pinturas com sobreposições e transparências que, mesmo delicadas, expressam potência.


Os gestuais dinâmicos das folhagens de Paula Martin seduzem nosso olhar, a artista nos convida a uma dança colorida.


A série “Corações de Florim”, de Renan Florindo, tem o poder de materializar aquilo que nem se tem nome, de seu ateliê em Brumadinho, surgem sentimentos escultóricos.


Por fim, a matéria bruta encontra forma na escultura de Robson Emerick, o artista recheia seus projetos paisagísticos com obras de arte potentes e exuberantes.


Não basta a semelhança para combinar, tampouco o contraste é complementar. Trazer dez personalidades para dentro desta galeria é, sobretudo, um debate salutar, onde uma obra de arte confronta e dialoga com a outra simultaneamente. Aprendendo com Arte, convidamos você também a essa conversa. Conhecer a nós mesmos é um ato de liberdade."



Paulo Apgáua, Caio Ronim e Marcos Esteves











Renan Florindo, Liliane Coelho, Robson Emerick e Caio Ronim



Parabenizamos aos curadores Marcos Esteves e Paulo Apgáua, aos artistas participantes e ao Pátio Savassi por abrir um espaço especialmente voltado para exposição de artes.


Convidamos nossos amigos e leitores para fazerem uma visita à mostra, que fica até o dia 25 de maio de 2022 e procurarem nas artes ali expostas, a sua "Identidade".



Fotos: Jornal Espaço Horizonte

Paulo Apgáua