01 - CAPA 00.jpg

jornal

espaço

horizonte

adriana.jpg
  • espaco horizonte

Conheça um pouco da história da Arcada do Bethesda Terrace, Central Park em Nova York




Bethesda Terrace Arcade é a passagem interna em arco no centro do Central Park que liga o Mall à Fonte Bethesda e ao Lago Central Park.


Como parte do Plano Greensward para o Central Park os arquitetos Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux estavam cientes do fato de que além de ser um lugar para vivenciar a natureza longe da expansão urbana, o parque também teria que fornecer um local onde as pessoas pudessem se reunir. Eles precisavam criar um centro de socialização, para as pessoas verem e serem vistas e o Bethesda Terrace é esse lugar.


O projeto do Arcade, de Jacob Wrey Mold, criado na década de 1860, apresenta um teto de azulejos deslumbrante feitos à mão, que adornam os 49 painéis do teto da arcada subterrânea do Bethesda Terrace com mais de 15.000 ladrilhos coloridos e estampados da famosa Minton Tile Company da Inglaterra. Esses azulejos elaborados, foram originalmente usados ​​no chão das catedrais europeias. O Bethesda Arcade é o único lugar no mundo onde essas placas especiais são usadas como teto!



Com o tempo, o teto de 50 toneladas enfraqueceu e se deteriorou. Na década de 1980, os ladrilhos foram retirados para limpeza.

Os ladrilhos encausticos da Minton Tile Company da Inglaterra, foram criados pela incrustação de argilas coloridas no corpo de um ladrilho, em vez da aplicação de esmaltes.

Durante a restauração, descobriu-se que a estrutura de suspensão de ferro que sustentava as placas do teto sofria de corrosão severa devido à infiltração de água e sal da estrada acima. Os quarenta e nove painéis do teto, cada um composto por mais de 350 ladrilhos com padrão mourisco, foram removidos e armazenados enquanto um tratamento de preservação era pesquisado e o financiamento garantido para sua restauração.




Foram desenvolvidos planos de restauração durante o armazenamento dos ladrilhos para restaurar dois painéis como protótipos. Também foram testados métodos de preservação para os ladrilhos que foram retirados do teto pois os mesmos continuaram a se deteriorar.


Um dos objetivos do esforço de restauração era reter o máximo possível dos ladrilhos originais. Um sistema de suporte de aço inoxidável foi projetado para encaixar cada ladrilho no suporte. Um método complexo foi desenvolvido para segurar os ladrilhos em suas formas de painel enquanto as bases defeituosas eram removidas e o novo sistema instalado. Depois que os painéis foram refeitos, os rostos foram tratados. As telhas que estavam em condições relativamente boas foram lavadas para remover a sujeira da superfície e limpas do excesso de argamassa e manchas de ferro. As perdas foram preenchidas com argamassa de restauração.




O desenho original dos ladrilhos foi restaurado com pintura feita à mão e em seguida, selada com um fixador. Após sete anos de testes, os reparos nos azulejos foram bem-sucedidos e a Central Park Conservancy procedeu com a restauração dos azulejos restantes.


O Bethesda Terrace Arcade, lindamente restaurado, foi reaberto ao público em 2007.


O terraço de dois andares também apresenta ornamentação elaborada, com suas balaustradas detalhadamente esculpidas. Este trabalho de Jacob Wrey Mold, claramente culminante, inclui as duas escadas de pedra que levam do nível superior à praça da Fonte Bethesda.


Mold também é responsável pela construção de vários outros ícones do parque, incluindo o redil original que abriga o Tavern on the Green.


Porém, , o Terraço cumpriu de forma brilhante o propósito do designer de se tornar o principal local do Central Park para observação de multidões.


Outro aspecto, talvez não previsto por Olmsted e Vaux, é o atual papel do Terraço como palco para uma grande variedade de artistas.


O Terraço Bethesda tem vista para o lago e também para as margens arborizadas de Ramble. Ele também tem vista para a Fonte Bethesda e sua escultura, o Anjo das Águas, que foi projetada por Emma Stebbins em 1873.





Tradicionalmente, o Terraço Bethesda ‘Coração do Parque’ é um dos melhores lugares no Parque para observar as pessoas. É também facilmente a mais fotografada, com filmagens para ensaios de moda e muita gente circulando pelo local.


A entrada para o terraço é feita de carro na 72nd St. ou no Mall e um dos passeios mais pitorescos pelo parque é ao longo do Mall.


O teto, a arcada e todo o complexo de terraços, escadarias e a grandiosa fonte do Bethesda Terrace constituem uma das joias arquitetônicas do Central Park em Manhattan.



Localização: Mid-Park na 72nd Street