• espaco horizonte

André Komatsu no Octógono, Pinacoteca de São Paulo



Hoje o Jornal @espacohorizonte vai sugerir uma exposição que está acontecendo no Octógono da Pinacoteca de São Paulo.


A Pinacoteca de São Paulo, Museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, apresenta a instalação inédita do artista André Komatsu no espaço central do museu – o Octógono. A obra faz parte do tradicional Projeto Octógono Arte Contemporânea que comissiona obras de sites específicos para o local desde 2003.


E desde este último sábado, 28 de agosto, a instalação Noite Longa já pode ser vista no octógono da Pina Luz. As relações de poder e os conflitos sociais permeiam os trabalhos de Komatsu. Nesta obra, o artista dialoga com as ideias de controle, possibilidade e restrição. A curadoria é de Ana Maria Maia.


O piso do Octógono foi revestido por placas de ferro, onde foram fixadas 51 lanças de aço de 4 metros de altura. Cada uma das lanças está posicionada a uma distância de 150 cm, criando uma organização com contornos de ordem e hostilidade, além de caracterizar um espaço controlado em que é impossível se movimentar livremente.


Nas extremidades das lanças, objetos como livros, sacos de terra, moedas empilhadas, papel moeda, folhas de ouro e garrafas de água estarão espetados.


O público, que poderá circular entres essas estruturas de maneira ordenada, conseguirá vislumbrar os elementos em seu topo, longe do alcance das mãos. Os itens simbolizam bens que embora devessem ser garantidos enquanto direitos básicos, permanecem inacessíveis para grande parte da população, sobretudo em contextos de crise e agravamento das desigualdades sociais.



André Komatsu




André Komatsu, formado em design pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), nasceu em São Paulo em 1978, onde vive e trabalha atualmente.


Integra a geração que cresceu com a retomada da democracia no Brasil e viu o neoliberalismo ser implementado pelas políticas econômicas nos anos 1990. E é neste contexto que nasce sua obra. O artista questiona as diferentes formas de atuação do homem no mundo, a maneira como lida com o espaço urbano e com os poderes estabelecidos.


O artista descreve seu trabalho como o reflexo de uma série de percepções que ele tem ao percorrer estradas e espaços urbanos.


Os objetos e materiais que convergem para formar o universo artístico da Komatsu são, além das aparências, convites à resistência social. A partir de fragmentos, entulhos, objetos abandonados, o artista realiza uma reconstrução em busca de novos modelos de existência.

O artista também se detém na relação entre as partes de uma estrutura, em suas chances de sobrevivência e em sua inevitável transformação ao longo do tempo.


A obra conversa com a ideia de restrições e controle e pode ser vista na Pinacoteca de São Paulo até o começo de novembro. Para visitar a instalação Noite Longa de André Komatsu e outras exposições em cartaz na Pinacoteca, você poderá reservar seu ingresso pelo site.




@andrekomatsu




André Komatsu: Noite Longa


De 28.08.21 até 08.11.21 Octógono da Pinacoteca de São Paulo

Ingressos com reserva de horário:

https://pinacoteca.org.br/


Edifício Pina Luz Praça da Luz 2, São Paulo, SP