• espaco horizonte

Analulini Historinhas Infantis – O Começo



Jeitinho de dormir

https://youtu.be/eNO5-IuK_WM


Hoje aqui no Jornal @espacohorizonte, vamos contar uma historia sobre historinhas infantis, criada por Ana Luiza Perdigão Michelini Lacerda.



Era uma vez uma mãe chamada Ana Luiza que tinha 3 crianças muito serelepes e curiosas: Clara, Pedro e Davi.


Em muitas noites, na hora de dormir, eles pediam para ela contar historinhas. Isso também acontecia durante as viagens dentro do carro e era muito legal, porque eram historinhas diferentes que faziam a imaginação deles “voar” e ainda despertavam neles a curiosidade, estimulavam a imaginação e os acalmavam.


E eles adoravam! Ficavam quietos, prestando atenção em cada detalhe; a imaginação estava revelada em seus olhinhos curiosos e dali surgiam algumas perguntas bem divertidas e interessantes.


E assim, a cada noite e viagem surgia uma historinha diferente com um aprendizado simples.


Aconteceu, algumas vezes, de a mãe deles começar a contar historinhas, mas por estar muito cansada, acabava dormindo antes mesmo deles; isso quando não adormecia e ia balbuciando uma historinha diferente daquela que tinha começado, misturando a historinha que contava com a do sonho, e os filhos achavam aquilo muito engraçado.


Aí, então, a Ana Luiza teve a ideia de comprar CDs de historinhas infantis para dar um alívio nos momentos de mais cansaço, e o desafio maior era a busca por boas historinhas, que ensinasse algo para a vidinha deles.


E essa gostosa rotina perdurou por anos a fio, e a mãe deles acredita que foi uma grande colaboração para aprendizados e formação de valores dos pequenos.



Zulin, o Beija Flor

https://youtu.be/Ha4ovKHnDaE




Por acaso alguém se identifica com isso?


Hoje os meninos cresceram.


A Clara, 26 anos, já formada em Direito e trabalhando.


O Davi, 19 anos, estudante de Direito e prestando serviço militar - CPOR.


E o Pedro, 25 anos, prestou serviço militar - CPOR, é formado em Direito (estudou junto com a mãe, mesma sala, mesmo curso, compartilhando com ela e a turma momentos mágicos e divertidos ali). Mas o que faziam os olhos dele brilharem eram os vídeos que ele postava em seu canal no Youtube, e a partir daí surgiu um interesse maior pelo universo da mídia digital.



O trono

https://youtu.be/IIAvV7kTWLI



Medo de aranha

https://youtu.be/NFlZ7Z6mj6E




Estavam no 7º. período de Direito e junto dele chegou a pandemia.

Todos “confinados” na fazenda, um período cheio de descobertas, desafios e muito aprendizado.


E dia após dia o Pedro foi se aperfeiçoando, estudando sobre mídias digitais, publicando vídeos, ganhando seguidores, trabalhando como gestor de tráfego e... de novo, jogou o desafio para sua mãe:

- Mãe, porque você não faz publicações de vídeos no youtube?

- Sobre o quê, meu Deus? Perguntou ela em meio a risadas.

- Pode ser sobre conteúdo de Direito. Você sabe e me ensina tanto! Insistiu o Pedro.

Ela não respondeu de imediato, mas aquilo ficou matutando em seu pensamento.


Alguns meses se passaram, era setembro e Ana Luiza resolveu dar aquela limpa nos livros escolares dos filhos. Naquele mexe-mexe ela se deparou com vários livrinhos infantis e releu alguns. Foi nesse momento, ao folhear um deles, que deu aquele click em seu pensamento: e se eu fizer vídeos contando historinhas?



Gatinhos dão susto na gente parte 1

https://youtu.be/rbuqIWlUXQQ



Gatinhos dão susto na gente parte 2

https://youtu.be/2I7AQfaqzGg



Pedro, já trabalhando muito como gestor de tráfego, fez uma breve pesquisa e disse que seria muito bom, porém teria que pesquisar sobre os direitos autorais, que talvez pudesse ser um problema.


E foi aí que ela se lembrou de quando os filhos eram pequenos e das tantas historinhas que contou para eles, das tantas que inventou e da ginástica que o cérebro teve que fazer para saber contar de novo aquela mesma historinha inventada do dia anterior e tão pedida pelos filhos, (hahahaha) e das tantas outras vezes que adormeceu de cansaço em meio a fadas, aranhas e bolos em seu imaginário...


Se deu conta, então, de que contar historinhas era uma habilidade muito prazerosa para ela e não só seria interessante para os pequenos, como também para os grandes (pais, avós, tios, babás, irmãos...) como uma forma de aliviá-los num momento de cansaço.


E a ideia foi amadurecendo, e a família incentivando... e logo surgiu a primeira historinha, inaugurando, por fim, o canal ANALULINI HISTORINHAS no YOUTUBE. Um canal de INFO-HISTORINHAS, que nada mais é do que levar informações através desse mundo lúdico, trabalhando aprendizados simples ou algum valor de vida de forma leve, e que busca estimular a imaginação e desenvolver a criatividade da criança.


Aos pais é dada a opção, seja na hora de dormir, em uma viagem ou num momento de descanso, entre colocar a criança para assistir ou somente ouvir as historinhas, pois são todas narradas.


Vale ressaltar que na descrição de cada vídeo tem uma breve explanação sobre alguns aspectos que podem ser trabalhados de acordo o assunto da historinha.



Cantando as cores

https://youtu.be/XXv8w52EWzg




Segundo Ana Luiza, a intenção, a princípio, seria a criação de um canal somente de narração de historinhas, com somente uma imagem de capa, para que o foco fosse o “ouvir”. Mas ela percebeu que as imagens poderiam ser importantes para aqueles que têm memória fotográfica, as quais, embora amadoras e mais estáticas, são feitas com muito carinho.


No começo, ela criava as historinhas, buscava as imagens na internet e seus filhos Pedro e Davi faziam a edição, tudo de maneira bem amadora.


“É um trabalho difícil para quem está no princípio, exige atenção e dedicação e se a pessoa não for persistente, chega a desanimar”, observa.


Com o tempo ela foi aprendendo cada vez mais sobre imagens, gravação de áudio e vídeos e hoje está fazendo um curso de edição de vídeo para criar historinhas cada vez melhores para seus pequenos admiradores.


E quando recebe o retorno das crianças e dos pais? - “Ahhh é um prêmio!” relata - e disse que são mensagens tão singelas e tão lindas que aquecem o coração de qualquer pessoa. Aí a força, a vontade, a motivação e o entusiasmo se renovam instantaneamente, fazendo a criatividade aflorar ainda mais.


Enfim, o canal ANALULINI HISTORINHAS é um canal feito com muito carinho, suave, alegre e gostoso, o qual procura proporcionar momentos de aprendizado, estímulo da imaginação, alegria e calma para os pequeninhos, amigos e família.


Vale a pena assistir e deixar as crianças se encantarem com estas lindas histórias infantis criadas por Ana Luiza Perdigão Michelini Lacerda.





A escritora, Ana Luiza Perdigão Micheline Lacerda





@analulini_historinhas


https://www.youtube.com/c/AnaluliniHistorinhas