• espaco horizonte

8ª Festa da Francofonia em Belo Horizonte




PROGRAMAÇÃO CONTA COM DIVERSAS ATRAÇÕES PELA CIDADE COMO MOSTRAS DE CINEMA, CONCERTOS E EXPOSIÇÕES COM ENTRADAS GRATUITAS E PREÇOS ACESSÍVEIS


Na capital mineira, a Aliança Francesa de Belo Horizonte preparou uma programação intensa para a 8ª edição do evento, que inclui mostras de cinema, exposições, concertos, peça de teatro e muito mais. As atrações ocorrem em vários espaços da cidade, com entrada gratuita ou ingressos com valores acessíveis.


A Festa da Francofonia busca apresentar ao público a diversidade das culturas francófonas e a riqueza da língua francesa. “Pelo oitavo ano consecutivo temos o grande prazer de celebrar a Francofonia em Minas Gerais, com uma programação variada e multidisciplinar, alternando atividades online e presenciais. Um motivo de alegria é que retomamos as turnês internacionais, trazendo da França um cantor e compositor, um grupo de teatro e um solista de piano. Além disso, vários países de cultura francófona se juntaram para apresentar filmes, exposições, encontros com autores, etc. De novo, abriremos para o público esta grande casa da francofonia que, como disse o escritor marroquino Tahar Ben Jelloun, apresenta a particularidade de ter mais inquilinos que proprietários”, ressalta o diretor da Aliança Francesa de Belo Horizonte, Yves Mahé.


O adido de cooperação e ação cultural da Embaixada da França em Minas Gerais, Vincent Nédélec, reforça: “alegra-nos retomar, em 2022, os encontros com as diversas expressões artísticas que a inspiração da francofonia congrega. Como nas edições anteriores, a longeva amizade entre Minas Gerais e as culturas francófonas nos brinda com uma grandiosa programação, inscrita em um diálogo perene e festivo”.


Os quadrinhos são expressões artísticas importantes para a cultura francófona e por isso são presença garantida na 8ª Festa da Francofonia. A exposição “Parece que algo acontece”, desenvolvida pela Valônia-Bruxelas Internacional com o apoio da Aliança Francesa de Belo Horizonte, apresenta uma seleção de obras de autores de Valônia e Bruxelas (Bélgica francófona) publicada por editores alternativos. O público pode conferir a mostra até 1º de abril na Galeria de Artes Paulo Campos Guimarães, da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais. A entrada é gratuita.


Outro evento que faz parte dessa grande festa é o Ópera na Tela, realizado pela Bonfilm com apresentação em Belo Horizonte no Cine Theatro Brasil Vallourec, até 24 de março.


Serão exibidos 13 títulos. Destaque para as obras francesas O Corcunda de Notre-Dame, dia 18 de março, às 19h, Fausto, dia 24 de março, às 19h, e um especial Dia Mundial da Francofonia, no dia 20 de março, com exibição de dois filmes: O hip-hop invade a (ópera) Bastilla, às 18h, e Les Indes Galantes, às 20h30.


A programação da Festa também apresenta três diferentes Ciclos de Cinema ao longo de março com uma seleção especial de longas, curtas, documentários e animações destinadas ao público infantil. O MIS Santa Tereza recebe o Ciclo Francofonia – Cinema Africano, até 31 de março (A entrada é gratuita), e o Centro Cultural Unimed-BH Minas apresenta o Ciclo Francofonia – Contemporaneidade, de 28 a 31 de março. (Os ingressos custam R$ 2 (inteira) e R$1 (meia). Venda/retirada de ingressos presencialmente no dia da sessão.)


No âmbito da Festa da Francofonia, os clubes de leitura em francês da BiblioMaison e da Aliança Francesa de Belo Horizonte se juntaram e, com a parceria de Wallonie-Bruxelles International, convidam o público para um encontro com Adeline Dieudonné sobre seu último romance “Kérozène” (2021), sábado 26 de março, às 11h. As vagas são limitadas e é necessário fazer inscrição prévia pelo Sympla.


Ao fim do mês, o Pianista Theo Fouchenneret se apresenta com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais nos dias 29, matinê às 12h, e 30 de março, às 20h30, no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes.


As apresentações abrem a temporada 2022 do projeto Ciclo Piano – Nova Geração Francesa. O repertório é composto pela Sonata n°4, de Ludwig Van Beethoven (1770 – 1827), pelo Concerto para piano nº 2, de Béla Bartók (1881-1945), e os Concertos nº 23 e 27 de Amadeus Mozart (1756-1791). Além dos concertos, o pianista também apresenta um recital no dia 28 de março, às 20h, na Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes. No repertório estão as obrasRondo capriccioso op.14, de Felix Mendelssohn (1809 – 1847) e Variations et fugue sur un thème de Haendel op.24, de Johannes Brahms (1833-1897).


A realização da Festa da Francofonia em Belo Horizonte é do Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França para o Estado de Minas Gerais, da Aliança Francesa Belo Horizonte, do Consulado Honorário da França, do Wallonie Bruxelles International e do Campus France Brasil. O evento tem o apoio da Coordenação Nacional das Alianças Francesas do Brasil, do Institut Français, da Embaixada da Bélgica, da BiblioMaison, da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, da Fundação Clóvis Salgado, do Centro Cultural Unimed-BH Minas, do MIS Cine Santa Tereza, do Teatro Raul Belém Machado, da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, da Bonfilm, do Cine Theatro Brasil Vallourec e do Sesc Palladium.