top of page
  • Foto do escritorespaco horizonte

5ª Edição do Simpósio Internacional de Dança

BELO HORIZONTE SEDIA A



BELO HORIZONTE SEDIA A 5ª EDIÇÃO DO

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DANÇA - SID


Com a temática Conexões: transpondo barreiras e construindo pontes através da dança, e idealizado pela bailarina e empreendedora cultural, Elaine Reis, o evento acontece com o propósito de promover o intercâmbio entre profissionais da dança e estudantes. Durante 10 dias, 2 a 11 de junho, serão realizados cursos, aulas, palestras, debates e workshops sobre assuntos ligados à dança, além de mostra não competitiva, audições e espetáculos nacionais e internacionais.

O SID 2023 traz três importantes Galas, com grandes nomes da dança, do Brasil e do exterior: dia 02 de junho, os primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Márcia Jaqueline e Cícero Gomes, se apresentam no Centro Cultural Unimed-BH Minas. Dia 08 de junho, Lucía Lacarra e Matthew Golding abrem a Gala em homenagem à bailarina Tatiana Leskova, no palco do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes. E, no dia 11 de junho, o Corpo de Dança do Amazonas traz as raízes da cultura brasileira, na Gala de encerramento do 5º Simpósio Internacional de Dança, também no Palácio das Artes,


Belo Horizonte será a capital da dança entre os dias 02 e 11 de junho. A cidade é sede do 5º Simpósio Internacional de Dança - SID, evento realizado desde 2018 com o objetivo de promover o intercâmbio entre profissionais da dança e estudantes do Brasil e do exterior. Com a temática Conexões: transpondo barreiras e construindo pontes através da dança, a proposta é difundir e ampliar conexões entre a comunidade da dança, conectar pessoas e ideias, por meio de cursos, aulas, palestras, debates, workshops, audições, espetáculos e mostra.


O SID 2023 conta com 80 atividades, somando mais de 100 horas de ações formativas. Participam desta edição mais de 100 profissionais nacionais e 10 internacionais. Serão 20 horas de apresentações, entre espetáculos profissionais, Mostra SID Não Competitiva com premiações em dinheiro e Audições Internacionais para concessão de bolsas. Os encontros e apresentações acontecem no Centro Cultural Unimed-BH Minas e no Palácio das Artes. Informações e inscrições pelo site https://sid.art.br/, pelo link na bio do perfil @simposiodanca.

O SID 2023 traz três importantes Galas, com grandes nomes da dança, do Brasil e do exterior: dia 02 de junho, os primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Márcia Jaqueline e Cícero Gomes, se apresentam no Centro Cultural Unimed-BH Minas, junto aos bailarinos da Dance Alive National Ballet, sob direção do bailarino brasileiro André Valadão. Dia 08 de junho, Lucía Lacarra e Matthew Golding abrem a Gala em homenagem à bailarina Tatiana Leskova, no palco do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes, dividindo a noite com bailarinos de outras modalidades, dentro do propósito de conectar as diferentes modalidades de dança.


Nesta noite se apresentam, também, Juliana Macedo e Jomar Mesquita Elaine e a Cia de Dança do Palácio das Artes. A Gala de encerramento traz, no dia 11 de junho, o Corpo de Dança do Amazonas, importante companhia nacional, conhecida por suas coreografias inspiradas no meio ambiente. Mais de 20 bailarinos apresentam, no palco do Palácio das Artes, o espetáculo TA | Sobre ser Grande, do coreógrafo Mário Nascimento.



Elaine Reis - Crédito_ Rosilene Freitas



O 5º Simpósio Internacional de Dança – SID é idealizado pela bailarina e empreendedora cultural Elaine Reis, que também assina a curadoria e direção artística do evento. A realização é da It Produções, com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, através do patrocínio de Bevap Bioenergia e Madeireira Palowa, e com o apoio da Pão e Companhia.

O Simpósio Internacional de Dança nasce em 2018, a partir da necessidade de um evento que reunisse profissionais e estudantes da área, para acesso às melhores oportunidades de formação e capacitação a artistas da dança. “O SID é um lugar para ver e ser visto, de conexão com o que há de mais moderno e inovador no mundo da dança, além de um espaço de oportunidades, por meio do oferecimento de bolsas para as melhores escolas de dança do Brasil e do exterior”, explica Elaine Reis, idealizadora, diretora e curadora do SID.

Desde a sua primeira edição, o SID conecta a cadeia produtiva da dança, por meio de uma programação rica, que explora todo o processo artístico, criativo e de gestão do mercado cultural da dança. “No 5º Simpósio, novamente, esperamos que todos os artistas possam vivenciar, juntos, novos conceitos, fundamentos, movimentos e dialoguem de maneira integrada. Agora, mais maduro e conhecido no meio artístico, temos a certeza de estar no caminho certo para ser um dos mais importantes eventos de dança do Brasil”, sublinha Elaine Reis.

Como acontece em todas as edições, o SID 2023 homenageia os artistas que contribuem para manter viva a história e a memória da dança. “Este ano, o Simpósio amplia o seu olhar, valorizando outros setores que fazem parte da engrenagem que movimenta o mercado da dança no Brasil”, conta Elaine Reis. Os homenageados da 5ª edição do SID são a bailarina Tatiana Leskova, grande dama do ballet: bailarina, maitre, remontadora, que acaba de completar 100 anos de muito amor à arte; a pesquisadora e crítica de dança Helena Katz; a maitre de ballet Maria Clara Salles, que formou tantos bailarinos e professores que levam o seu legado pelo mundo; a escola de dança Toute Forme, que completou 50 anos, e sua diretora Tércia Cançado; a pianista Anna Maria Ferreira, que tocou, e toca, para importantes companhias de dança em Belo Horizonte, como Grupo Corpo e a Cia de Dança do Palácio das Artes. Não se esquecendo do encontro de dança que inspirou tantos outros, o SID 2023 homenageia, também, o Festival de Dança de Joinville, que está comemorando 40 anos.

O SID reúne, em um único evento, renomados artistas do Brasil e do mundo, trazendo as melhores oportunidades de formação e capacitação a estudantes e profissionais da dança. Sediado em Belo Horizonte, o Simpósio já ocupou importantes espaços da cidade: Teatro Sesiminas, Teatro Francisco Nunes e área do Parque Municipal de Belo Horizonte, as dependências da Fundação Clóvis Salgado, o Centro Cultural Unimed-BH Minas. Já passaram pelo evento 165 artistas nacionais e internacionais e foram realizadas mais de 220 horas de atividades. As quatro primeiras edições somam mais de 5 mil inscritos e um público de mais de 30 mil pessoas.


PROGRAMAÇÃO SID 2023

Mostra SID Não Competitiva

As inscrições e o formulário do regulamento estão disponíveis no site https://sid.art.br/.

Com prêmios de até 8 mil reais, a Mostra SID Não Competitiva acontece no dia 03 de junho, no Centro Cultural Unimed -BH Minas, recebendo estudantes e grupos de escolas de dança de todo o Brasil. As modalidades são ballet clássico de repertório, clássico livre, neoclássico, dança moderna, dança contemporânea, jazz dance, danças urbanas, danças populares e folclóricas, danças de salão, tap dance, dividida nas categorias: infantil, infanto-juvenil, juvenil, adulto e veteranos. “A Mostra Não Competitiva é uma forma de fazer com que a geração que está chegando possa experimentar a imersão na formação, no reconhecimento e na valorização dos processos, e não somente os resultados. Será um dia inteiro dedicado a apresentações de bailarinos e grupos de dança de todo Brasil, que receberão comentários de uma banca de profissionais observadores, nacionais e internacionais”, comenta Elaine Reis. Centenas de trabalhos foram inscritos na pré-seleção e avaliados por uma curadoria artística local, formada, entre outros, pelo maitre e coreógrafo Tíndaro Silvano.

Universal Ballet Competition (UBC)

As inscrições e o formulário do regulamento estão disponíveis no site do SID www.sid.art.br

O Simpósio Internacional de Dança traz para o Brasil, pela primeira vez, os fundadores e diretores da Universal Ballet Competition (UBC), Lissette Lucas e David Lucas, ex-primeiros bailarinos da Joffrey Ballet Company e da Royal Winnipeg Ballet Company. Eles chegam ao Brasil para realizar uma importante audição, onde serão avaliados bailarinos para receberem bolsas para renomadas escolas dos Estados Unidos, além de realizar, também, um bate-papo sobre “Como se preparar para audições e concursos internacionais” e coaching para bailarinos inscritos no UBC. Os diretores do UBC farão parte da banca de observadores da Mostra SID de Dança, que acontece no dia 03 de junho e na audição, dia 04 de junho, avaliando aqueles que se inscreveram para o UBC.

Atividades Formativas

As atividades formativas do SID 2023 acontecem dos dias 8 a 11 de junho, nas salas de dança do CEFART e no Cine Humberto Mauro, no prédio do Palácio das Artes, e na Escola Livre de Artes -ELA (localizada ao lado da Praça da Estação). Com aulas práticas e teóricas, os cursos e workshops serão ministrados por professores nacionais e internacionais, nas modalidades Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Dança Moderna, Jazz Dance, Dança Urbanas, Sapateado, Danças populares e folclóricas e Musicalização para professores e bailarinos. As palestras e mesas de debate vão abordar temas como Gestão e Produção Cultural, Desenho de Luz Cênica, Como Minimizar os Riscos de Lesões em Bailarinos/Dançarinos, Psicologia na Dança e História da Dança, no Brasil e no Mundo. A programação traz, também, um Encontro com representantes da sociedade civil e do poder público para discutir sobre políticas públicas para dança.

“Além de ser uma grande vitrine para bailarinos profissionais e iniciantes, o SID se tornou um instrumento fomentador da cadeia produtiva da dança e das artes no geral. Assuntos nas áreas de capacitação e profissionalização, formação de público, conteúdos acadêmicos, gestão e produção cultural estão na pauta do Simpósio. O objetivo é promover a difusão da dança, de ponta a ponta, desde a sua concepção artística até sua execução”, comenta Elaine Reis.

Para cumprir essa missão, a curadoria do Simpósio Internacional de Dança tem se baseado, desde a sua primeira edição, em 2018, na valorização dos grandes mestres e na pluralidade de estilos e culturas. “A sabedoria e conhecimento dos grandes mestres, passados de geração em geração, através de suas histórias, suas experiências, suas falas e seus movimentos. Para o SID, procuramos sempre trazer a Belo Horizonte, profissionais do Brasil e do mundo, selecionados a partir de um currículo vasto em experiência na pesquisa e no ensino da dança, seja na esfera teórica ou prática”, explica Elaine Reis.

Os principais nomes da dança nacional e internacional compartilham as suas experiências na 5ª edição do SID. Estão confirmados: no Ballet - Nora Esteves (RJ), Cecília Kerche (RJ), Lissete Lucas (EUA) e David Lucas (Canadá), Tíndaro Silvano (BH), Elias Bouza (BH); no Jazz Dance - Redha Benteifour (França), Jhean Allex (SP) Edson Santos (SP) Adenis Vieira (SP), Elaine Reis (BH), Eliane Fetzer (Curitiba), na Danças Urbanas – Fran Manson (SP), Filipe Ursão (RJ), Thiago Miyamura (SP), Wallison Culu (BH); na Dança Contemporânea – Mário Nascimento (Manaus), Fábio Alcântara (SP), Vanilton Lakka (Uberlândia); Filipi Bruschi (BH), na Dança Moderna – Robert Fontana (Itália), Michael Blake (EUA), Sayô Pereira (SP), Paulo Baeta – Limón (BH), Paulo Babrekc -Martha Graham (BH); na Danças Populares -, Sérgio Gosse (BH) e Gustavo Cortes (BH); Dança de Salão Jomar Mesquita (BH); na Tap Dance – Pedro Paulo Bravo (SP) e Tony Buondancer (Itália); Dança Afro-brasileira Junia Bertholino (BH). Palestrantes: História da Dança: Eliana Caminada (RJ) e Arnaldo Alvarenga (BH); Produção e Gestão Cultural: Rômulo Avelar (BH), Fisioterapia na Dança: Virgínia Geigner e Wanesca Cesar, Psicologia na Dança: Dorinha Baêta; Iluminação Cênica: Leonardo Pavanello (BH).

Programação detalhada SID:

Inscrições com desconto de 10% no site www.sid.art.br

02/06/2023, sexta-feira (20h) - Abertura Oficial do SID CONEXÕES

Noite de homenagens e apresentação de companhias e bailarinos convidados.

Teatro Centro Cultural Unimed -BH Minas

  • Homenagens a Maria Clara Salles (maitre de ballet), Escola Toute Forme (50 anos)

  • Apresentação de Márcia Jaqueline e Cícero Gomes, primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro;

  • Solo: André Valadão (Diretor Dance Alive National Ballet – Gainesville).

  • Pas de Deux: Pas de Deux de Cisne Negro, Rosemary Michele Deiorio e Gabriel Lopes Santos (Dance Alive National Ballet - Gainesville, FL).

  • Pas de Deux: La Bayadére - Karita Salis e Leonardo Bruno (Toute Forme).

  • Solo: Nathan Fernandes da Fonseca (Dance Alive National Ballet - Gainesville, FL).

03/06/2023, sábado (de 15h às 22h) - Mostra SID Não Competitiva

Centro Cultural Unimed-BH Minas

  • Apresentação de coreografias inscritas e aprovadas, divididas em categorias e modalidades, comentadas por profissionais qualificados e selecionados pela organização do evento.

04/06/2023, domingo - Universal Ballet Competition (UBC) – Audição Centro Cultural Unimed BH Minas

  • Audição Universal Ballet Competition

  • Espetáculo de Dança com apresentação de Corporeidades Negras: Junia Bertolino; Negro Drama: Mascote Dawson; Pérola Negra: Cia Jazz Emaline Laia

08/06/2023, quinta-feira (19h) - Gala SID 2023 e Noite de homenagens

Grande Teatro Cemig Palácio das Artes

  • Gala em homenagem à Tatiana Leskova, com apresentação de Lucía Lacarra e Matthew Golding, Juliana Macedo e Jomar Mesquita, Elaine Reis e da Cia de Dança do Palácio das Artes.

  • Homenagens: Tatiana Leskova (bailarina), Helena Katz ( pesquisadora e crítica de dança), Anna Maria Ferreira (pianista) e o Festival de Dança de Joinville.

08/06 a 11/06/2023 , quinta a domingo – Ações Formativas

Salas de Dança do CEFART e no Cine Humberto Mauro - Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes) e Escola Livre de Artes (ELA)

  • Audição para o LA M.A.M (Professional Training Program) e Summer Camp (Marseilles, França).

  • Cursos, workshops, palestras, debates, bate-papos com os mais importantes nomes da dança do Brasil e do exterior.

11/06/2023, domingo (19h30) - Encerramento do SID 2023

Grande Teatro Cemig Palácio das Artes

  • Gala de encerramento com Corpo de Dança do Amazonas - espetáculo TA | Sobre ser Grande, do coreógrafo Mário Nascimento.

SERVIÇO

5º Simpósio Internacional da Dança – SID - Belo Horizonte - MG

02 a 11 de junho

Locais: Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1537, Centro) Centro Cultural Unimed-BH Minas (Rua da Bahia, 2244, Lourdes) Teatro Marília (Av. Prof. Alfredo Balena, 586 - Santa Efigênia)

Escola Livre de Artes (Av. dos Andradas, 367, 2º and. Sl. 301, Centro)

Inscrições diretamente do SID com desconto de 10% no site www.sid.art.br.

Passaporte básico: 7 atividades livres: R$ 190,00

Passaporte prata SID: 14 atividades livres: R$350,00

Passaporte ouro SID: 19 atividades livres: R$450,00

Passaporte SID VIP: passe livre para todas as atividades - aulas, debates , palestras: R$590,00

Atividade avulsa - aula, debate e palestra (exceto internacionais): R$50,00

Informações pelo site https://sid.art.br/ ou pelo link na bio do Instagram @simposiodanca

SID na Web:

Informações para a imprensa:

Biografia - Elaine Reis


Bailarina, professora, coreógrafa, curadora, produtora e gestora cultural. Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC/MG, com Extensão em Marketing de Entretenimento pela New York University - NYC/EUA, cursos de Pós-graduação em Dança e Consciência Corporal pela FMU/SP e Extensão em Imagem Corporal pela PUC/SP. Fundadora e Diretora do Studio It – inicialmente escola de danças e, hoje, empresa de promoção de eventos culturais. Idealizadora, Diretora e Curadora do SID - Simpósio Internacional de Dança, evento através do qual ela luta para garantir oportunidades incríveis para todos os participantes, de imergir num ambiente onde se respira dança e movimento, reunindo profissionais e estudantes de diferentes áreas artísticas, do Brasil e exterior, para partilhar experiências e conhecimentos. Idealizadora, Curadora e Diretora do Circuito Mineiro de Dança, evento que leva, ao interior de Minas Gerais, dança, música, teatro e cinema, com o intuito de aproximar, ao máximo, o público em geral dos artistas, democratizando o acesso à arte e à cultura.

Iniciou sua carreira profissional em 1988, no Grupo Oz, trabalhando, posteriormente, em importantes escolas e grupos de dança de BH, como bailarina, professora, coreógrafa e coordenadora: Ballet Cristina Helena, Cia Sesiminas, Grupo Camaleão, Núcleo Artístico, Centro Mineiro de Danças Clássicas, Primeiro Ato e Meia Ponta Cia. de Dança. Valorizando seus mestres e suas referências na dança, Elaine faz questão de citar os profissionais com quem estudou e trabalhou: Professor Carlos Leite, Tíndaro Silvano, Cristina Helena, Marjorie Quast, Luiz Arrieta, Maria Clara Salles, Bettina Bellomo, Toshie Kobayashi, Ismael Guizer, Ofélia Gonzalez, Pablo Morales, Mercedez Beltran, Vicente Hernandez, Graça Sales, Mário Nascimento, Roseli Rodrigues, Tuca Pinheiro, Dudude Herrmann, Dorinha Baeta, Paulo Babreck, , entre outros. Muitos deles se tornaram grandes amigos e parceiros em projetos e eventos.

Sua trajetória, como estudante e profissional da dança, traz uma inquietação na busca de novas formas de se expressar, de minimizar o risco de lesões na dança, e de conectar pessoas e ideias, através da dança! Seja no jazz, ballet clássico, danças modernas e contemporânea, Yoga, Pilates, no marketing, na gestão e produção cultural, em casa, com os filhos, nas viagens, em diálogos, tudo é aprendizado e fonte de inspiração para Elaine Reis. Para seguir com seu propósito de praticar e ensinar dança, dentro de um conceito holístico, baseado no prazer de se dançar e na saúde física, mental e espiritual, buscou outras fontes de experimentação: danças circulares, populares, de salão, sapateado, fisioterapia, osteopatia, RPG, Rolfing, biomecânica, fisiologia, cinesiologia, psicoterapia, eutonia, reiki, ioga e meditação.



Crédito foto: Cristina Sanches - foto evento anterior

Crédito foto - Elaine Reis: Rosilene Freitas



Matéria publicada no Jornal Espaço Horizonte

Fonte: Infinita Comunicação


bottom of page